Logo
Print this page

A embalagem ao longo dos tempos

A embalagem ao longo dos tempos

É preciso recuar no tempo, para percebermos a história da embalagem. A palavra embalagem está relacionada com invólucro, embrulho, recipiente e acondicionamento, tendo assumido ao longo dos séculos uma série de significados próprios, de acordo com a evolução e as necessidades do ser humano.

 

As origens da embalagem remontam há mais de 10 mil anos atrás, aos nossos antepassados. Desde a altura, provavelmente, em que o Homem foi confrontado com a necessidade de transportar e armazenar alimentos. As primeiras embalagens utilizadas foram os troncos de árvores, as conchas, as folhas de árvores ou os tecidos.

Em 1798, duas invenções levaram à popularização dos rótulos: a máquina de fazer papel, inventada em França por Nicolas Lois Robert, e o princípio da litografia, descoberto por Alois Senefelder, na Alemanha, que permitiu a impressão a cores. 

A Revolução Industrial, que teve como característica o aumento da produtividade das empresas, foi outro marco histórico que levou ao desenvolvimento de formatos mais convenientes de embalagens – e que permitissem, paralelamente, manter as características intrínsecas dos produtos.

O consumidor hoje é muito mais exigente do que o consumidor de alguns anos atrás, e muitas destas exigências determinadas pelo mercado consumidor atual, têm sido atendidas por alterações no conceito das embalagens. Para isto, durante o processo de desenvolvimento das embalagens, é essencial combinar conveniência e praticidade com impacto visual atraente e integrado ao cenário do ponto de venda. 

Como um espelho do consumidor, a embalagem deve ter uma identidade com o produto, deve penetrar no íntimo do consumidor sem, contudo, deixar de trabalhar o seu lado lógico. Deve transmitir as características do produto atribuindo lhe qualidades e benefícios. A coerência entre a embalagem, o produto e a marca são cruciais, de forma, a não confundir a mente do cliente, mantendo assim uma longevidade, inconsciente ou não, na identificação da marca.

A embalagem tornou-se num dos itens mais relevantes do marketing e na divulgação do produto e marca . São 5 segundos que separam a escolha do consumidor entre a sua embalagem/produto e a de um concorrente. Assegure-se sempre de uma boa escolha na hora da sua conceção. 

Alguns pontos diferenciais para o desenvolvimento de uma embalagem: 

  • Tipo de papel/gramagem para proteção do produto e preservar da sua qualidade durante a vida útil;
  • Despertar a atenção do cliente pelo design e pelo material diferenciado ( tipos de acabamento);
  • Comunicar os benefícios e atributos do produto;
  • Ser coerente com a imagem desejada para o produto;

 

Verifique qual a embalagem que mais se adequa ao seu mercado

 

Last modified onquarta, 17 agosto 2016 13:19
Template Design © Colldesign Colldesign. All rights reserved.