Os próximos anos na embalagem e os movimentos que a moldam

A indústria das embalagens é uma indústria em constante mudança e inovação. As tendências para os próximos anos já estão ditadas e nós vamos mostrar-lhes quais são.

 

A sustentabilidade ambiental é um tema que anda a ganhar importância no sector industrial nos últimos anos. Sendo assim, a nossa primeira tendência dobra-se sobre a política dos 3 r’s: reduzir, reutilizar e reciclar. 

De forma a minimizar mos cada vez mais o impacto negativo destas indústrias no ambiente, esta política é fundamental. O primeiro passo prende-se com a redução dos consumos de matérias-primas no processo de produção de uma embalagem. Seguidamente, após a embalagem estar pronta e ter sido usada para o fim a que foi destinada podemos reutiliza-la para outros fins. Como por exemplo, reutilizar uma embalagem de calçado para arrumação de outros produtos, como material de escritório, ou outros produtos que facilmente se perdem e deste modo ficam arrumados e organizados dentro da caixa. Por fim, quando a embalagem já não tiver mais usos ou estiver a degradar-se podemos fazer a reciclagem da mesma. Desta forma não estaremos a produzir mais lixo para poluir o ambiente mas estaremos a contribuir para um futuro sustentável.

Uma outra tendência que também está relacionada com a sustentabilidade ambiental e com a optimização de custos é a tendência da redução da espessura das embalagens sem descurar da qualidade da mesma. Os avanços técnicos dos últimos anos têm feito com que as matérias-primas utilizadas sejam cada vez mais resistentes e, por esse motivo a quantidade da mesma a utilizar possa ser reduzida gradualmente sem que isto prejudique a qualidade e resistência da embalagem. Ao minimizar os materiais utilizados, as empresas incorrem de um custo de produção menor, fazendo com que possam praticar preços mais baixos no produto final ou então investir esse excedente em I&D, conseguindo vantagem competitiva sobre a concorrência.

A optimização da forma da embalagem é outra das apostas para os próximos anos. A forma da embalagem é muito importante nos processos logísticos de uma empresa. O formato em cubo ou rectangular são os mais apreciados pois facilitam a manobração do produto, a acomodação e armazenagem do mesmo, não deixando espaços inutilizados como aconteceria se a embalagem tivesse a forma cilíndrica. 

Por fim, a segurança que a embalagem oferece ao produto deve manter-se seja qual for os materiais, as inovações ou as mudanças que a embalagem incorrer. A protecção do produto é uma das funções mais importantes de uma embalagem e essa nunca deverá ser posta em causa.

 

Texto elaborado por:

Sérgio Coutinho 

Marketing Director 

Twitter Linkedin 

Last modified onquarta, 17 agosto 2016 13:19
Back to top